Fonte: OpenWeather

    WEB TV: Conversa Franca


    Vídeo: a Amazônia é soberana e precisa ser cuidada, diz Ennio Candotti

    O professor e diretor do Museu da Amazônia Ennio Candotti concedeu entrevista exclusiva para o programa 'Conversa Franca' da WEB TV Em Tempo. Veja o vídeo:

    Manaus- O programa da WEB TV Conversa Franca apresentado pela jornalista Tatiana Sobreira exibiu nesta segunda-feira (9)  entrevista exclusiva com o professor Ennio Candotti, diretor do Museu da Amazônia (Musa) para falar sobre a potencialidades e biodiversidade na Amazônia.

    Ennio ressaltou a importância de investimento em ciência e pesquisa na Amazônia, principalmente como algo econômico para o país, como também falou sobre as queimadas na área da Amazônia Legal.

    “O grande crime que está acontecendo é pegar tudo isso, botar fogo e colocar duas cabeças de gado que valem 30 arrobas, de R$ 5 a 10 na melhor das hipóteses, com um boi que ocupa a área de um hectare. Destruir a floresta para criar gado é o atraso do atraso. ”

    O pesquisador ressaltou que derrubar a floresta para criação de gado é um atraso
    O pesquisador ressaltou que derrubar a floresta para criação de gado é um atraso | Foto: Reprodução
     

    Sobre o futuro da Amazônia daqui a 10 anos, Ennio conta com otimismo de que a manobra do governo atual foi desmascarada e que segundo ele, contribuiu com a situação das queimadas vistas pelos olhos internacionais. 

    Com relação às causas possíveis do maior índice de focos de queimadas de todos os tempos, o pesquisador afirmou em entrevista, que o mês de maior incidência de calor não é a causa do problema, mas que há interesses. Ennio comentou que há pessoas se aproveitando da época característica da seca para cometer os crimes contra o meio ambiente.

    “Todos os especialistas em queimadas reafirmam que elas não nascem sozinhas, não há uma autocombustão, ou outros elementos da natureza. Há uma ação criminosa deliberada que estava sendo esperada.”

    Pesquisa na área ambiental 

    "Explorar de maneira sustentável é possível", diz Ennio, com isso ressalta a importância da pesquisa na área ambiental e com isso a descoberta das potencialidades existentes na Amazônia. Segundo o professor, isso permite com que haja um equilibro de exploração dos recursos naturais. Ao saber o que há e como explorar, a natureza não irá sofrer com a ação humana.

    Os ribeirinhos e povos nativos da região possuem um papel importante para a conservação, poi segundo afirma Ennio, são os povos que tem o melhor contato com a natureza, que usam seus recursos para viver, por isso preservam. "É preciso fazer as pazes com o povo da Amazônia. Se o Brasil quiser combater os incêndios, precisa fazer as pazes com o povo nativo.", ressaltou.

    Assista a entrevista na íntegra:

    Comentários