Fonte: OpenWeather

    'Anjos de patas'


    Universitários criam comedouros para animais de rua no Amazonas

    Os universitários espalharam os comedouros pela cidade de Parintins. O objetivo é alimentar e matar a sede dos animais em situação de abandono. O grupo 'Anjos de patas' pede doações para dar continuidade ao projeto

    Os comedouros distribuídos pela cidade darão água e alimento para os animais de rua em Parintins
    Os comedouros distribuídos pela cidade darão água e alimento para os animais de rua em Parintins | Foto: Reprodução

    Manaus - Quem vai à Parintins, palco do maior Festival Folclórico dos bois-bumbás Garantido e Caprichoso, nota a grande quantidade de cachorros e gatos que transitam pelas ruas, a maioria são animais abandonados. Pensando no bem-estar dos bichos, universitários do município, distante 352 quilômetros de Manaus, se mobilizaram e construíram comedouros oferendo comida e água. O ato está mudando a realidade desses animais. 

    O grupo "Anjos de patas" iniciou no mês de janeiro deste ano quando uma das organizadoras, Milena Brasil, publicou algo relacionado a comedouros em outras cidades, nas redes sociais.

     O exemplo motivou os protetores de animais. Muitas pessoas tiveram o interesse e se disponibilizaram em ajudar na ação que é voltada para os animais sem donos.

    O universitário Lucas Silva opinou sobre o assunto e deu a ideia da criação do grupo. A cada ação, o grupo passa a ter mais membros dedicados à causa. Ao todo, 75 pessoas participam diretamente do projeto.

    "Quando criamos pensamos em fazer uma página e estamos no início. É dividido entre os coordenadores, organizamos as ideias e mapeamos locais estratégicos para colocar os comedouros", ressaltou Milena.  

    Os comedouros são feitos de canos de material PVC e cabem em média cerca de 6 quilos de ração. Por conta da quantidade de alimento e para não estragar, o grupo coloca diariamente cerca de 2 quilos.

    Universitários se uniram e realizam a ação
    Universitários se uniram e realizam a ação | Foto: Reprodução

     Em Parintins, há 11 comedouros instalados e dois em fase de finalização para a fixação em um lugar de fácil acesso aos animais.

    O também universitário Israel Tavares afirmou que o projeto entende a grande responsabilidade com os animais abandonados, mesmo que ainda não haja um número exato que transitam pelas ruas de Parintins.

     "Ainda não temos a média, mas tem muitos. Vamos estudar essa quantidade, porém no primeiro momento identificamos os animais em vias públicas, tanto nas áreas periféricas como no Centro da cidade. Os comedouros já foram instalados em universidades daqui, nas praças e outros locais públicos com grande número de animais", enfatizou. 

    O grupo já sonha com novos projetos, entre eles, um lugar para acolher animais e tirá-los do perigo das ruas. "O projeto visa o bem-estar do animal. Afeto é o mínimo que podemos fazer. O nosso segundo objetivo é retirá-los das ruas e coloca-los em um espaço mais amplo e livre dos perigos", afirmou Israel. 

    Um dos participantes, Lucas Silva destacou as necessidades do projeto neste momento. A doação de ração é o principal pedido do grupo.

    Há uma grande quantidade de animais nas ruas de Parintins
    Há uma grande quantidade de animais nas ruas de Parintins | Foto: Reprodução

    "Precisamos da doação de ração, pois é o material mais caro. Já recebemos várias doações, muitas em dinheiro e outras com o material mesmo. O material em si é barato, os canos são mais fáceis de achar", afirmou. 

    Os interessados em doar, podem entrar em contato com o número (92) 99222 9943 ou (92) 99396 6865. Na página no Facebook também há mais informações sobre os projetos e como ajudar a equipe. 

    No Brasil

    Somente no Brasil existem aproximadamente 30 milhões de animais abandonados, 60% deles cachorros, conforme dados da Organização Mundial de Saúde (OMS). Em Manaus, esse número chega a quase 300 mil.

    Já possuem 11 comedouros espalhados pela cidade
    Já possuem 11 comedouros espalhados pela cidade | Foto: Reprodução

    Algumas cidades no Brasil já fazem este trabalho com os animais de rua e inspiram a todos, entre elas estão as cidades de Americano (SP), Belo Horizonte (MG) e Jericoacoara (CE). Em Manaus também há grupos que realizam a ação.

    Devido ao aumento de cães abandonados nas ruas de Manaus, a Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam) aprovou uma lei em 2018 para que os pets shops indiquem o contato dos abrigos para adoção. O problema é que a lei já existe no âmbito municipal, mas não estão sendo cumpridas. 

    Comentários