Fonte: OpenWeather

    Serviço


    Zona Azul continua suspensa até o dia 30 de setembro em Manaus

    Durante o pico da Covid-19, o estacionamento rotativo da Zona Azul foi suspenso

    | Foto: Reprodução

    Manaus- O sistema de estacionamento rotativo pago da Zona Azul está suspenso até o dia 30 de setembro. Em obediência ao Decreto municipal nº 4.879 que foi publicado no Diário Oficial do Município. A medida foi uma iniciativa da prefeitura, por conta da pandemia da Covid-19 e outras previdências.

    A Fundação de Vigilância em Saúde (FVS) divulgou neste domingo (9), que foram registrados 106.950 casos confirmados da doença no estado. Em razão disto, as autoridades municipais acreditam na necessidade de continuar com ações preventivas à contaminação do coronavírus. O decreto está em vigor desde de o dia 31 de junho deste ano.

    Vale ressaltar, que o serviço oferta 3.323 vagas, sendo 2.694 vagas na área central de Manaus e outras 629 no conjunto Vieiralves, zona Centro-Sul da capital. O serviço é realizado pela empresa Consórcio Amazônia, Tecnologia de Trânsito da Amazônia SPE – Ltda., detentora da outorga do serviço, conforme contrato nº 014/2015 – celebrado com o município de Manaus.

    Outras medidas adotadas pelo município 

    A Secretária Municipal de Educação (Semed) ainda não anunciou o retorno das aulas, mas o ensino remoto continua. A Secretaria informou que está em fase de elaboração do plano para o retorno das aulas presenciais para garantir a segurança de alunos, professores e demais servidores da educação e assim que ele for concluído será divulgado.

    Em destaque,a secretaria explicou que o retorno das aulas presenciais será conciliado com as deliberações dos órgãos de saúde e levará em consideração o mapa epidemiológico da cidade. Para tanto, um Grupo de Trabalho (GT) intersetorial foi criado, com participação das áreas de saúde, educação e assistência, a fim de fazer o monitoramento epidemiológico, bem como organizar os protocolos de segurança para o retorno.

    As aulas na rede estaduais retomaram suas atividades nesta segunda-feira (10), e a FVS é o órgão responsável para acompanhar de perto se as medidas de prevenção estão sendo obedecidas pelas escolas, e como a saúde dos alunos e profissionais de educação vão reagir nesses primeiros dias. 

    Leia Mais:

    Familiares dosoldado Jhonatan cobram justiça em manifestação

    Alfândega apreende 235 produtos eletrônicos no valor de R$ 10 mil

    Jovem é morto por não colaborar com o tráfico no bairro Compensa

    Comentários