Fonte: OpenWeather

    Emoção


    Paulo Gustavo doou R$500 mil para Manaus durante crise do oxigênio

    A revelação foi feita durante um post emocionante da diretora Susana Garcia, amiga íntima do humorista

     

    A diretora fez um post emocionante para homenagear o amigo
    A diretora fez um post emocionante para homenagear o amigo | Foto: Divulgação

    Em um emocionante texto publicado no Instagram, nesta quinta-feira (5), a diretora Susana Garcia, amiga íntima de Paulo Gustavo, revelou que o ator, roteirista e comediante doou R$500 mil para a compra de oxigênio em Manaus, durante o segundo pico da pandemia do novo coronavírus, que castigou o Amazonas, em janeiro. O humorista morreu, nesta quarta (5), por complicações da Covid-19. 

    Na postagem, a amiga também descreveu os momentos vividos ao lado do amigo, emocionando fãs e admiradores do humorista. Ela contou que da ligação forte que tinha com o ator.

    "Meu amado. Meu irmão. Eu estava suportando a saudade porque vc estava no hospital e tínhamos a certeza que você sairia. Mas e agora? Nós nos falamos vinte vezes por dia. Eu chamo todo mundo aqui em casa de Paulo Gustavo. E você chama todo mundo de Susana. Somos confidentes. Somos muito unidos. Nos admiramos muito. Vocêc entrou na minha vida de forma arrebatadora. A nossa união aconteceu no trabalho, na família, na vida", declarou.

    A diretora também destacou que o Paulo Gustavo ajudou mais de 100 colaboradores que trabalharam em filmes estrelados por ele.

    "Sua generosidade me emociona. Você, na pandemia, depositou, por três meses, mil reais por mês para quase 120 pessoas que trabalharam nos filmes que nós fizemos. Você mandou um e-mail para todo mundo das equipes perguntando quem estava precisando de ajuda. E as pessoas foram tão corretas, que várias falaram que estavam conseguindo segurar e que não precisavam. Mas a maioria recebeu essa ajuda", escreveu.

    De acordo com Susana, Paulo Gustavo doou meio milhão de reais aos manauaras, durante a escassez de oxigênio registrada em meados de Janeiro. Na época, dezenas de pacientes chegaram a morrer com a falta do insumo básico em várias unidades de saúde da capital e do interior do Amazonas.

      "E na crise em Manaus, você enviou R$ 500 mil para compra de oxigênio e nunca divulgou nada. Lembro um dia, antes de você ser intubado, que me disse que estava sentindo muita falta de ar, mesmo com cateter de oxigênio, e que estava feliz de ter comprado oxigênio para as pessoas. Nesse dia, no hospital, como sei o quanto ama os seus amigos, eu comecei a falar de cada um deles e você se emocionou, chorou, a sua saturação caiu e eu na hora mudei de assunto e comecei a falar de projetos"  

    Susana termina a homenagem se declarando ao humorista, citando a personagem de maior sucesso de Paulo Gustavo, a dona Hermínia. A diretora também mencionou o marido do ator, o médico Thales Bretas, e os dois filhos do casal.

    "Você, que pouco antes de ser intubado, me disse que estava com medo de não ver seus filhos crescerem, saiba que eles vão crescer vendo a sua história. Você é o maior artista do momento. Você transformou muitos lares brasileiros com D. Hermínia. Você tocou em assuntos tabus e através do seu humor conseguiu ser político e ajudar a muitas famílias. Você é unanimidade. A maior bilheteria do teatro e do cinema! Você foi o maior símbolo da resistência potente da nossa cultura. Torço para que a dor de tanta gente vire símbolo de uma mudança na nossa sociedade. Você vai contribuir para substituir o ódio e o individualismo pela alegria e pelo cuidado do coletivo. Essa foto somos nós dois caminhando felizes pela vida. Vou seguir assim, com você vivo dentro de mim. Te amo para sempre", finalizou.

    Confira o post:


    O adeus de Paulo Gustavo

    O ator e humorista Paulo Gustavo morreu no Rio nesta terça-feira (4), aos 42 anos, após complicações da Covid-19. O criador de Dona Hermínia e de outros personagens que entraram na casa dos brasileiros estava internado desde 13 de março no Hospital Copa Star, em Copacabana, na Zona Sul.

    Desde o dia 22 de março, o ator precisou ser intubado, “para ser tratado de forma mais segura”, segundo informou a assessoria dele na época.

    No último domingo (2), Paulo apresentou melhoras e  interagiu com médicos e com o marido, Thales Bretas. À noite, sofreu uma embolia pulmonar e teve o quadro agravado.

    Leia mais

    RIP: Beyoncé faz homenagem a Paulo Gustavo em site oficial; veja

    Paulo Gustavo morre de Covid no Rio aos 42 anos

    Brasil volta a registrar mais de 3 mil mortes por Covid-19 em um dia

    Comentários