Fonte: OpenWeather

    FesPIM


    Vídeo: presença do prefeito de Manaus agita o último dia da FesPIM

    “A importância do Pacto Cidades Amazônicas” foi o tema abordado pelo prefeito no último dia da feira de sustentabilidade

    Manaus - O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, comentou sobre as alianças que a prefeitura vem realizando nos últimos anos, em busca de melhorias para o Polo Industrial de Manaus (PIM) e a importância da presença dos jovens nos processos de desenvolvimento. A palestra aconteceu no estande “Manaus: Nós, a Cidade”, da prefeitura, na 1ª Feira de Sustentabilidade do Polo Industrial de Manaus (FesPIM), na tarde desta sexta-feira (29), no pavilhão do Studio 5, localizado na avenida Rodrigo Otávio, bairro Distrito Industrial I, Zona Sul da cidade.

    O tema da palestra esteve ligado aos assuntos defendidos pelo prefeito no  1º Fórum de Cidades Amazônicas, realizado em setembro deste ano, quando grandes líderes políticos da Amazônia Legal vieram à capital discutir sobre a Amazônia e realizar um pacto, que visa a criação de modelos econômico, a fim de gerar tecnologias e produtos a partir da biodiversidade da floresta amazônica.

    Para o prefeito, as crianças são fundamentais no processo de desenvolvimento sustentável
    Para o prefeito, as crianças são fundamentais no processo de desenvolvimento sustentável | Foto: Luan Freitas/Em Tempo

    Segundo o prefeito, o evento é primordial para o desenvolvimento sustentável e a participação das crianças são fundamentais nos processos. “Quando olhamos as crianças, estamos olhando para um presente que se constrói e um presente que vai virar um futuro brilhante, de prosperidade e bonito, assim como elas são bonitas na alma e em tudo o que fazem. Estou muito honrado de poder participar de uma feira que teve essa sensibilidade”, relatou Arthur. 

    O prefeito completou revelando que um polo tecnológico para startups está sendo construído no antigo Hotel Cassina, localizado no bairro Centro, Zona Sul da capital. “Mostre o que os adultos fazem, mas não esqueça de mostrar o que as crianças são capazes de fazer e farão muito mais no futuro. É só darmos a elas o que, por exemplo, nós estamos criando que é um Centro de Alta Tecnologia para Startups. O local já está em obras e vamos entregar ainda no meu período de governo. Lá, nossos jovens vão produzir invenções que vão gerar empregos e muito dinheiro para todos termos felicidade social e mais prosperidade”, revelou. 

    1ª FesPIM

    Com iniciativa da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), juntamente com o Instituto de Inteligência Socioambiental Estratégica da Amazônia (Piatam), a feira teve como objetivo alinhar sustentabilidade a tecnologias, incentivando iniciativas sustentáveis que gerem empregos e rendas a partir do uso de recursos naturais, além de mostrar para a sociedade a importância do Polo Industrial de Manaus (PIM).

    Os três dias de evento contaram com em torno de 130 expositores de várias empresas, divididos em uma estrutura criada com materiais reciclados. No local, elas apresentaram produtos e serviços envolvidos com a sustentabilidade e desenvolvimento econômico do Amazonas.

    O estande da UEA esteve presente no evento expondo próteses e brinquedos feitos com materiais biodegradáveis
    O estande da UEA esteve presente no evento expondo próteses e brinquedos feitos com materiais biodegradáveis | Foto: Luan Freitas/Em Tempo

    A Universidade do Estado do Amazonas (UEA) esteve presente com uma exposição de próteses infantis e brinquedos com temáticas lúdicas produzidos com materiais biodegradáveis, que tem como objetivo estimular o desenvolvimento motor das crianças. 

    Os jogos podem ser utilizados por pessoas de qualquer faixa etária, e ajudam a desenvolver os aspectos cognitivos e motores
    Os jogos podem ser utilizados por pessoas de qualquer faixa etária, e ajudam a desenvolver os aspectos cognitivos e motores | Foto: Luan Freitas/Em Tempo

    “Os jogos são intergeracionais [utilizados por pessoas de todas as faixas etárias] sustentáveis da Amazônia. O material foi produzido com madeiras de demolição, resíduos de madeiras e sementes. São jogos que ajudam a desenvolver os aspectos cognitivos, as habilidades e também a integração entre as pessoas, a socialização e principalmente o respeito ao meio ambiente”, contou Flora Machado, pesquisadora Jogos do Mundo.

    O material é feito com madeiras amazônicas
    O material é feito com madeiras amazônicas | Foto: Luan Freitas/Em Tempo

    Sobre as próteses, segundo a gerente de pesquisa da UEA, Líbia Pérsia Romão, os equipamentos são feitos com madeiras da amazônia e destinados às crianças que sofreram alguma amputação, ou nasceram com alguma deficiência física na região dos membros inferiores. 

    Assista à reportagem da TV Em Tempo:

    Assista à reportagem | Autor: Tarcísio Layme/TV Em Tempo
     


    Comentários