Fonte: OpenWeather

    Mundo


    China diz que detectou Covid-19 em asas de frango congelado do Brasil

    Ministério da Agriculta, Pecuária e Abastecimento (MAPA) emitiu esclarecimento sobre o caso

     

    Informação foi dada por autoridades sanitárias de  Shenzen, na China
    Informação foi dada por autoridades sanitárias de Shenzen, na China | Foto: Reprodução

    Um site da cidade de Shenzhen, na China, informou na manhã desta quinta-feira (13) que detectou Covid-19 em um lote de asas de frango congelado oriundo do Brasil - que é um dos maiores exportadores mundiais de frango no mundo. O lote com o produto partiu de Santa Catarina. O Ministério da Agriculta, Pecuária e Abastecimento (MAPA) emitiu um esclarecimento sobre o caso. 

    As informações sobre a contaminação partiram de uma autoridade sanitária local. A suposta detecção de ácido nucleico do coronavírus estaria na superfície de uma amostra de asa de frango congelada. 

    O MAPA esclareceu, em nota, que outras amostras do mesmo lote foram coletadas, analisadas e os resultados foram negativos. O Escritório de Prevenção e Controle de Epidemiologia de Shenzhen informou que todas as pessoas que manusearam ou entraram em contato com o material testaram negativo para a Covid-19.

    A assessoria do MAPA disse também que ainda não foi notificada oficialmente pelas autoridades chinesas sobre a ocorrência. O órgão ressaltou que, segundo a Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO) e a Organização Mundial da Saúde (OMS), não há comprovação científica de transmissão do vírus da Covid-19 a partir de alimentos ou embalagens de alimentos congelados.

    Leia mais:

    Aulas da Ufam são retomadas no dia 8 de setembro

    Lista de 15 escolas em Manaus com contaminados de Covid-19 é falsa diz Seduc

    Milionário é preso por usar calcinha em lugar de máscara

    Coronavirus
    Comentários