Fonte: OpenWeather

    ESTADOS UNIDOS


    Câmara dos EUA aprova impeachment de Donald Trump

    Republicanos e Democratas se uniram para aprovar a 'demissão' do presidente estadunidense

     

    Desta vez, o estopim para um novo processo foi o motim realizado por apoiadores de Donald Trump na frente do Capitólio
    Desta vez, o estopim para um novo processo foi o motim realizado por apoiadores de Donald Trump na frente do Capitólio | Foto: Jim Bourg/Divulgação


    Pela segunda vez em seu mandato, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, teve aprovado seu pedido de impeachment pela Câmara dos Deputados. A ameaça de 'demissão' do chefe dos EUA ocorre após protestos violentos atingirem o prédio do Congresso Nacional do País, no último dia 6 de janeiro, causando cinco mortes.

    Ao final desta tarde, a presidente da casa Nancy Pelosi aprovou, por 231 votos contra 197, o impeachment de Donald Trump. Esta é a segunda vez que o Legislativo autoriza a abertura do processo, sendo a primeira vez em 18 de dezembro de 2019. À época, o chefe do executivo foi absolvido posteriormente pelo Senado. 

    Desta vez, o estopim para um novo processo foi o motim realizado por apoiadores de Donald Trump na frente do Capitólio, o prédio do Congresso dos EUA, no dia 6 de janeiro. Manifestantes invadiram o local e forçaram a interrupção da cerimônia que certificava o democrata Joe Biden como novo presidente dos EUA, para o mandato 2021-2024.

    O próximo passo é a votação no Senado, onde um dois terços da casa precisa aprovar o processo, o que significa 67 parlamentares dos 100. Se o processo passar nesta segunda casa, então o presidente estadunidense precisará deixar o cargo. 

    Objetivo é proibir reeleição

    O mandato de Donald Trump como 45º presidente dos Estados Unidos encerra no dia 20 de janeiro, o que poderia gerar confusão ao se pensar em um processo de impeachment ao final da sua gestão. No entanto, o objetivo de seus opositores é outro.

    Na legislação estadunidense, o presidente que sofrer impeachment, depois passa por uma votação de maioria simples no Senado. Neste caso, os parlamentares votam a proibição do político de se reeleger a um novo cargo federal. É neste ponto que querem chegar os votantes a favor da 'demissão' de Trump. 

    Republicanos a favor

    Outro ponto que chamou a atenção neste segundo processo, é que dez republicanos, ou seja, do partido de Trump, votaram a favor do Impeachment. O presidente tem visto seus antigos aliados o deixarem de lado ao final do seu mandato. 

    Leia mais: 

    Apoiadores de Trump invadem Congresso em tentativa de golpe, nos EUA

    Após invasão, Congresso dos EUA certifica vitória de Joe Biden

    Comentários