Fonte: OpenWeather

    Entrevista


    "As pessoas são salvas e isso nos basta", diz Anderson Freire

    Cantor esteve em Manaus durante o 'Abençoa Manaus' e concedeu entrevista ao EM TEMPO

    | Foto: Divulgação

    Manaus - As canções do capixaba Anderson Freire ultrapassaram as fronteiras de Cachoeiro do Itapemirim, no Espírito Santo, e conquistaram grandes nomes do segmento gospel. Hoje, o cantor, produtor musical e multi-instrumentista é um dos principais nomes da música cristã. Talentoso desde a infância (cresceu participando de grupo vocal com os irmãos no interior do Espírito Santo), a menos de 10 anos experimentou uma reviravolta em sua vida. Suas composições ultrapassaram as fronteiras de Cachoeiro de Itapemirim, foram descobertas por grandes nomes do segmento, conquistaram rádios, igrejas, e, sobretudo, corações. O cantor foi quatro vezes indicado ao Grammy Latino (2013, 2014, 2015 e 2016) e conquistou em 2016.

    Além do talento musical e autoral, é um artista completo. E o principal: tem a unção de Deus para que seu trabalho transcenda a arte. Seu primeiro CD solo foi gravado enquanto ainda fazia parte da Banda Giom, em parceria com irmãos. O cantor esteve na primeira edição do 'Abençoa Manaus' adorando a Deus com o público manauara.

     Confira a entrevista concedida ao EM TEMPO com Anderson Freire e conheça um pouco mais desse artista, que iniciou sua carreira solo em 2010, com o CD Raridade, lançado pela MK Music, gravadora com a qual mantém contrato.

    EM TEMPO: Como a música entrou na sua vida?

    Anderson Freire: Foi a coisa mais maravilhosa, eu me converti por meio do meu irmão e depois minha casa toda se entregou a Cristo. Então começou pelo meu irmão mais velho e aí minha mãe se converteu, meu pai morreu na presença do senhor.

    ET: O ministério da música é um importante instrumento de conversão. Durante esses anos, certamente você conheceu belíssimas histórias. Qual mais lhe marcou?

    AF: Conseguir cantar aquilo que vivo com a mesma intensidade de viver aquilo que canto. Meu maior milagre (salvação). O que adianta ganhar o mundo inteiro e perder a salvação?

    ET: Você faz um trabalho missionário em presídio. Conte um pouco sobre essa experiência.

    AF: O projeto funciona há mais de oito anos. As pessoas são salvas e isso nos basta. É maravilhoso ver o poder de Deus agindo nas pessoas.

    ET: Quais são os projetos futuros?

    AF: Gravar um DVD, consolidar a carreira com o DVD e louvar ao senhor sempre.

    Comentários