Fonte: OpenWeather

    Finanças Pessoais


    Especialista dá dicas para quem vai declarar Imposto de Renda

    Prazo atual para a entrega da declaração do IRPF se encerra em 30 de abril

    Confira os principais termos sobre o Imposto de Renda | Foto: Reprodução

    MANAUS - É a primeira vez que vai declarar Imposto de Renda? Então, veja o que o EM TEMPO separou sobre os principais termos usados pela Receita Federal e siga algumas dicas para preencher a declaração corretamente com a ajuda do especialista em contabilidade.

    Quem teve rendimento superior a R$ 28.559,70 em 2020 deve declarar o Imposto de Renda (IR) até dia 30 de abril, sem prorrogação. Além disso, contribuintes que receberam mais que R$ 22,847,76 e ganharam o auxílio emergencial devem se atentar, pois precisam devolver o dinheiro em uma única parcela.

    O contador Frederico Ferreira ressalta que quem nunca declarou é preciso fazer o quanto antes e não deixar para o fim do prazo. Quanto maior a antecedência, mais tempo o contribuinte terá para corrigir eventuais erros e se salvar da malha fina.

    “A dica para quem vai declarar imposto de renda pela primeira vez é não deixar para a última hora. Além disso, sempre procurar um contador para não correr risco de preenchimentos equivocados e cair na malha fina”, explica Ferreira.

     

    O contador Frederico Ferreira ressalta que quem nunca declarou é preciso fazer o quanto antes
    O contador Frederico Ferreira ressalta que quem nunca declarou é preciso fazer o quanto antes | Foto: Arquivo pessoal


    Auxílio Emergencial

    Quem recebeu auxílio emergencial precisa declarar. Esta é a maior novidade deste ano para o IR. “Quem recebeu auxílio emergencial tem que declarar imposto de renda, desde que esteja no teto de R$28.559,00 anual”.

    O contador orienta guardar notas fiscais de serviços como planos de saúde, odontológico e entre outros que possam deduzir no imposto.

    Procure um profissional contábil

    “A principal dica é sempre procurar um profissional contábil para ajudar no preenchimento da declaração do imposto para que não haja nenhum problema futuro com o ‘Leão’ Receita federal e consequentemente não precisar pagar multa e nem ter problemas com CPF irregular”, orienta Ferreira

    Confira os principais termos sobre o Imposto de Renda:

    Imposto de Renda

     É um imposto que o governo cobra sobre os ganhos das pessoas, como salários, aluguéis, aposentadoria, pensão, prêmios de loteria etc. O valor é pago de acordo com a renda (quem tem renda menor paga menos, e quem ganha mais paga mais imposto).

    Declaração

    O imposto é descontado todos os meses do salário e de outros rendimentos. Mas, uma vez por ano (entre março e abril), o contribuinte precisa enviar a declaração para que a Receita Federal veja se ele pagou mais ou menos imposto do que deveria. Por isso, ela também é conhecida por declaração de ajuste anual. Você deve informar os dados do ano anterior. Ou seja, no IR 2021 são colocados os ganhos e gastos registrados ao longo de 2020.

    Tabela

    Para calcular quanto o trabalhador deveria ter pago de imposto, a Receita soma os rendimentos que ele teve e desconta uma parte de seus gastos (são as chamadas "deduções"). O valor final é comparado com uma tabela. Essa tabela determina a porcentagem (alíquota) de imposto sobre a renda que ele deve pagar.

    Deduções

    Algumas despesas feitas durante o ano podem ser abatidas na declaração, o que faz com que o contribuinte pague menos imposto. São as chamadas deduções. É possível deduzir gastos com saúde (plano de saúde, médico etc.), educação (escola, faculdade etc.) e dependentes, por exemplo.

    Restituição de imposto

    Caso a Receita veja que o contribuinte pagou mais imposto do que deveria, ele tem direito a uma restituição, ou seja, a receber de volta uma parte do que foi pago. Se a declaração não tiver nenhum problema, essa restituição será paga pela Receita Federal até o mês de setembro. Geralmente, quem entregou a declaração no início do prazo recebe a restituição mais cedo.

    Pagamento de imposto

     Caso a Receita veja que o contribuinte pagou menos imposto do que deveria, ele vai precisar pagar mais. O valor será informado no fim do preenchimento da declaração e o pagamento pode ser feito por boleto ou por débito automático até o fim do prazo de entrega da declaração. Também é possível parcelar o valor a pagar.

    Malha fina

     A Receita Federal, que tem como símbolo informal um leão, usa computadores para cruzar informações. Por exemplo, a empresa informa para a Receita quanto pagou de salário ao trabalhador. Se ele declarar um valor diferente, de propósito ou sem querer, os computadores mostram isso. Então, sua declaração cai na chamada "malha fina". Ou seja, ela será examinada em detalhes e o contribuinte pode ser chamado para se explicar.

    Dependentes

     O contribuinte pode ter um desconto pelos gastos com pessoas que dependem dele, como filhos ou pais. A Receita determina um valor fixo para ser descontado com cada dependente (R$ 2.275,08). Além disso, podem ser abatidos os gastos com educação (até o limite de R$ 3.561,50 por pessoa no ano) e com saúde (sem limite de valor) dos dependentes.

    Dúvidas sobre o assunto (92) 98424-6883, contador Frederico Ferreira.

    Leia Mais

    Quase 9 milhões de contribuintes enviaram declaração do IRPF 2021

    Comentários