Fonte: OpenWeather

    Vendas Online


    Formas de ganhar dinheiro com vendas online em tempos de crise

    As compras online já estão totalmente incorporadas aos costumes do consumidor

    Pessoas de todas as idades estão investindo no mercado digital | Foto: Divulgação

    De acordo com o IBGE, no segundo trimestre foi apontado que o país tem 12,8 milhões de pessoas estão desempregadas. Isso significa uma taxa de 12%. Esse cenário exige que quem está em busca de uma recolocação passe a considerar formas alternativas de conseguir seu sustento. Uma delas é ganhar dinheiro através da internet. Algo tido como um estilo de vida para muitas pessoas, hoje trata-se de uma necessidade para muitos que busca formas de trabalhar e ganhar dinheiro.

    Além da questão da praticidade (quem trabalha com internet pode fazê-lo em qualquer hora e lugar), essa escolha atrai muitas pessoas devido ao fato de que há diversas maneiras de atingir a meta de ter uma ocupação rentável, entre elas o comércio eletrônico. As compras online já estão totalmente incorporadas aos costumes do consumidor. Em 2018 o ticket médio do e-commerce foi de R$ 434,00.

    Depois de faturar R$ 53,2 bilhões em 2018, uma alta de 12% em comparação com 2017, a expectativa é que as lojas virtuais brasileiras encerrem 2019 com um faturamento acima dos 80 bilhões, segundo uma estimativa da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico, a ABComm, um crescimento de 16% em comparação com o resultado atingido no ano passado.

    Com tanto potencial nesse mercado, tanto desempregados como empreendedores se voltam para o e-commerce para buscar formas de renda. Com a evolução das ferramentas online, pessoas de todas as idades estão investindo no mercado digital para criar um negócio próprio e/ou crescer profissionalmente.

    Vender produtos e serviços pela internet

    Devido à praticidade e aos preços mais atrativos que o comércio convencional, as vendas online atraem cada vez mais o consumidor. Por isso, hoje, abrir um ecommerce é uma opção que deve ser considerada por quem quer ou precisa ganhar dinheiro pela internet. Para isso, é preciso conhecer as oportunidades do mercado. E o primeiro passo é escolher o tipo de produto que vai comercializar.

    Hoje é possível vender qualquer coisa: desde roupas e outros artigos de moda até peças para máquinas e automóveis. Mas sempre é importante que o empreendedor escolha um

    nicho que tenha potencial e com o qual se identifique para começar o negócio. Os produtos mais vendidos pela internet são:

    •Eletrodomésticos

    •Smartphones

    •Eletrônicos

    •Suprimentos de informática

    •Casa & Decoração

    •Roupas e Acessórios

    •Cosméticos

    •Livros

    •Suplementos

    •Artigos esportivos

    Programas de afiliados

    A divulgação da loja virtual é outro fator muito importante que deve ser planejado. Existem diferentes maneiras de fazer isso, como anúncios no Google e nas redes sociais. Outra forma de aumentar as vendas é fazendo parcerias com influenciadores digitais. Uma das maneiras de se fazer isso é comprando espaço em seus blogs e sites, divulgando suas soluções de forma chamativa, por meio de banners, vídeos ou matérias patrocinadas. Em troca, os proprietários da página ganham uma comissão, tanto por cliques quanto por vendas finalizadas, ou ainda os produtos vendidos pelo lojista.

    Atualmente, um dos programas do tipo mais populares é o Hotmart. Em parceria com o Buscapé, ele permite que blogueiros divulguem certos produtos em seus sites, ganhando comissões. Dependendo do produto divulgado, elas podem atingir 80% do valor da mercadoria, tornando-o uma opção interessante para quem quer ganhar dinheiro pela internet.

    Outro exemplo de negócio online capaz de oferecer boa lucratividade é o programa de afiliados da  loja de suplementos eVitamins. Nele, a comissão por venda varia entre 12 e 20%, dependendo do produto. Há, ainda, a opção do comission junction, onde a comissão é sempre de 10%. Já no caso do programa de recompensas da marca, cada embaixador tem um código, que pode ser usado por clientes no momento de fechar a compra. Assim, ele ganha um desconto, e, o promotor da marca, uma comissão fixa de US$ 10.

    Suplementos mais vendidos no Brasil

    Se você gostou da ideia e quer entender melhor o mercado de suplementos alimentares no Brasil, saiba que, de acordo com Associação Brasileira dos Fabricantes de Suplementos (Brasnutri), o mercado de suplementos no Brasil movimenta cerca de R$ 1 bilhão todos os anos. É o segundo maior mercado da América Latina, depois do México. 

    Para adiantar informações, listamos abaixo alguns dos suplementos alimentares mais vendidos no Brasil:

    1. Whey protein

    O Whey protein é feito à base da proteína de leite. É uma importante fonte para a reconstrução muscular que além de ajudar a aumentar a massa magra auta na definição muscular. Entre os mais vendidos estão o 100% Whey Protein, Super Whey 100% Pure e Xtreme Whey.

    2. Queimadores de gordura

    Os queimadores de gordura ou termogênicos são responsáveis por aumentar a temperatura corporal, acelerar o metabolismo, promover a queima de gordura e fornecer energia e disposição para as tarefas do cotidiano. Entre os mais vendidos estão Therma PRO Hardcore, Lipo 6 e Thermo Size.

    3. BCAA

    O BCAA (Branched-Chain Amino Acids) é formado por três aminoácidos essenciais que não são produzidos pelo organismo: a L-Valina, a L-Leucina e a L-Isoleucina. Esse aminoácido ajuda as células a produzirem proteínas e é importante para a produção de energia durante as práticas esportivas, estimulando o crescimento e recuperação muscular. Entre os mais vendidos estão o BCAA Max, Amino BCAA Top e BCAA 1000.

    Sobre a eVitamins

    A Evitamins é especializada na venda de vitaminas e suplementos das principais marcas. Localizada em Utica, Michigan, desde 1999, a eVitamins já comercializou mais de 2 milhões de produtos de saúde e beleza para mais de 75 países diferentes em todo o mundo. Com preços bastante baixos a Evitamins oferece mais de 32.000 produtos de 600 marcas.

    *Com informações da assessoria 

    Comentários