Fonte: OpenWeather

    Decisão


    Sob pressão de torcedores amazonenses, Caxias do Sul tem apoio do Naça

    O time sulista desembarcou em Manaus, na madrugada desta sexta-feira (19), e já sentiu a pressão dos amazonenses no Aeroporto Eduardo Gomes. A hospedagem também foi difícil na rede hoteleira de Manaus

    Caxias do Sul encara o Manaus FC no sábado (20)
    Caxias do Sul encara o Manaus FC no sábado (20) | Foto: Divulgação

    Manaus - Na madrugada desta sexta-feira (19), a delegação do Caxias do Sul desembarcou em Manaus, no Aeroporto Eduardo Gomes, localizado no Tarumã, Zona Oeste de Manaus, sendo recebida por torcedores amazonenses que pressionavam a equipe.

    Em vídeo divulgado nas redes sociais, os torcedores gritaram frases, de forma intimidadora, aos jogadores do time rival, que optaram por não responderem as provocações - após o clima hostil que se instalou para o duelo, desde o confronto realizado no Rio Grande do Sul, no último domingo (14).

    Os torcedores respondiam as provocações feitas pelos torcedores do Rio Grande do Sul, que postaram em redes sociais coisas como ''Os índios agora jogam futebol'', dentre outras postagens de cunho ofensivo.

    Vídeo divulgado em redes sociais mostraram o clima animoso da torcida amazonense | Autor: Reprodução
     

    A preparação

    O time do Caxias recebeu a ajuda de um rival do Manaus para a sua preparação. O Nacional disponibilizou o centro de treinamento (CT) para a equipe sulista realizar a preparação antes da partida de sábado. Porém, nem tudo ajuda os sulistas. O time teve enorme dificuldade em

    conseguir hospedagem na rede hoteleira da capital, por conta do clima de guerra criado para o duelo, com os hotéis se prevenindo contra possíveis represálias.

    O Manaus

    Com intensa disciplina às vésperas do jogo decisivo, jogadores do Manaus Futebol Clube realizaram treino aberto na manhã desta sexta-feira (19), na Arena da Amazônia Vivaldo Lima, localizada na avenida Constantino Nery, bairro Flores, Zona Centro-Sul da capital.

    O presidente de honra do clube, Luís Mitoso, aproveitou a ocasião para ressaltar que o time gaúcho conhecerá o verdadeiro índio em campo. “Vamos mostrar que nós somos índios, mas índios educados".

    Mitoso conta que, a cada jogo, o clube tem mostrado superação durante o percurso na competição e afirmou que, aproximadamente, 12 mil ingressos já foram vendidos nas 13 bilheterias distribuídas em vários pontos da capital amazonense.

    Vendas 

    Os pontos de venda: Os Barés, no Manauara Shopping; Boutique do Torcedor, na Cachoeirinha; Via Art’ficio, no bairro Cidade de Deus; Distribuidora Guedes: na Cidade Nova; Digo’s Sport, no bairro Crespo; Estádio Ismael Benigno (Colina), no bairro São Raimundo; Arena Poliesportiva Amadeu Teixeira bairro Flores; Papelaria Lane, bairro Santa Etelvina; MS Celular, bairro Cidade Nova; NR Multimarcas e Esporte, no Centro de Manaus; Força Construtiva, bairro Cidade Nova 4; Mais Make Distribuidora, no bairro São José Operário e Arena Virtual, no Sumaúma Park Shopping.

    Além disso, o Manaus também busca arrecadar fundos e lançou uma camisa comemorativa para o duelo, vendendo o produto com a mensagem “Será Por Ti Manaus”, no valor simbólico de R$ 40.

    Edição: Isac Sharlon

    Leia mais:

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!:

    Na Arena da Amazônia, Manaus FC tenta acesso à Série C do Brasileiro

    Com medo de represálias, hotel supostamente negou hospedagem ao Caxias


    Comentários