Fonte: OpenWeather

    Lutador amazonense


    Lutador do AM visa mundial de Jiu Jitsu na California

    Lutador já havia vencido uma competição internacional em julho, repetindo a dose em Houston

    Lutador vem se consolidando na categoria
    Lutador vem se consolidando na categoria | Foto: Samara Souza/ Divulgação

    Manaus - O lutador amazonense de jiu-jitsu Joel Adan é mais um dos muitos brasileiros que sonham em viver através do esporte. E no último final de semana, ele deu mais um passo ao faturar o Houston Fall Internacional Open 2019, realizado nos Estados Unidos.

    O lutador foi o vencedor da categoria adulto marrom leve, com Jose Manuel Mazariegos e Graham Craig Peckham fechando o pódio da modalidade, com GF Team, academia onde treina, fechando o torneio na terceira classificação geral, atrás Lead BJJ e da Gracie Barra, a grande vencedora do torneio.

    Para o lutador, a consistência foi a chave para sair vitorioso do duelo. "Foi uma luta muito dura. Pude começar bem demais no duelo e consegui manter o mesmo ritmo até o fim da luta, ganhando por 10 a 4", revelou.

    Atleta durante o Houston Fall, onde foi campeão
    Atleta durante o Houston Fall, onde foi campeão | Foto: Divulgação

    Anteriormente lutando pela categoria dos médios, o jiujiteiro revelou ter sido um desafio a mais no confronto. "Disputar a competição foi um grande desafio, por ser a mais disputada do Texas e por conta de ter que bater um peso que já não lutava, que era o dos leves, mas foi bem motivador e desafiador", explicou o lutador.

    Questionado sobre o motivo da competição ser vista como das mais difíceis, a visibilidade que ela propõe foi posta como motivo maior. "É uma competição internacional, com vários competidores de todo mundo, sendo necessário 100% de foco e dedicação para que se tenha um bom resultado", argumentou Joel.

    Preparação

    O alto nível exige muita dedicação dos atletas, não sendo diferente com Adan. "A minha preparação é baseada em dois treinos de jiu jitsu por dia e três treinos de preparação física na semana. Minha maior motivação é ter muita fé em Deus e acordar cedo dia para correr atrás dos objetivos", disse ele.

    Segundo o lutador, mesmo com tantas vitórias, ainda segue com muita lenha para queimar em sua carreira. "Ainda tenho várias competições em mente, com a principal sendo o Mundial Nogi (sem kimono) na Califórnia. O sonho é ser campeão mundial na faixa preta, apesar de ainda ser faixa marrom, uma antes da preta. Treino todos os dias para conseguir me tornar um faixa preta dentro e fora do tatame", refletiu.

    Lutador tem o sonho de se tornar campeão mundial
    Lutador tem o sonho de se tornar campeão mundial | Foto: Divulgação

    Outras vitórias

    Antes de vencer o Houston Fall, ele havia recentemente sido campeão de outro torneio no exterior. Joel Adan conquistou o 1º lugar no campeonato Austin Open 2019, no estado do Texas, nos Estados Unidos, em julho. O campeonato é realizado anualmente pela Federação Internacional de Jiu-Jitsu (IBJJF), uma das mais importantes federações mundiais da modalidade. 

    Na ocasião, Joel Adan conquistou o título na categoria adulto marrom médio contra o lutador americano Michael Andrew Salazar.

    Apoio

    Para o atleta, sem o apoio de sua família e seus apoiadores, esse sonho nunca teria se tornado possível. 

    Treinador do atleta, Bruno Alves
    Treinador do atleta, Bruno Alves | Foto: Divulgação

    "Eu queria agradecer ao meu treinador e mestre Bruno Alves por todo o apoio, treinamento e tudo que faz por mim. Além disso, agradecer o Jason Yerrington, que é dono da Ohana Academy e patrocina minhas inscrições para essas competições", finalizou.

    Anuncio
    Comentários