Fonte: OpenWeather

    Troca de tiros


    Ex-presidiário morre após troca de tiros com a polícia, em Parintins

    Jovem não quis ser abordado pela polícia e atirou contra os PMs que revidaram aos disparos

    Breno Bentes de Jesus Fonseca, de 26 anos, recebeu a guarnição a tiros
    Breno Bentes de Jesus Fonseca, de 26 anos, recebeu a guarnição a tiros | Foto: Reprodução

    Parintins - O ex-presidiário Breno Bentes de Jesus Fonseca, de 26 anos, morreu na noite desta terça-feira (31) após trocar tiros com a polícia. O fato aconteceu por volta das 22h30, na rua Antônio Meirelles, bairro Itaúna 1, Zona Oeste de Parintins, município distante a 369 quilômetros da capital. Ele teria se recusado a ser abordado pela equipe que fazia patrulha, houve troca de tiros e o jovem acabou morto.

    Segundo informações de um investigador da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Parintins o jovem teria sido abordado durante o patrulhamento dos policiais militares do 11º Batalhão da Polícia Militar (BPM), ele estava em uma motocicleta, sacou a arma e atirou contra a viatura antes mesmo de ser revistado.

    "Os PMs nem conseguiram revistar o rapaz, ele já foi atirando, e para proteger a integridade física da guarnição, eles tiveram que revidar, o que resultou na morte dele", disse o investigador que preferiu não se identificar.

    Breno tinha sido preso pelos crimes de assalto e estava há três meses livre. O corpo foi removido do local pelos agente do Instituto Médico Legal (IML). O exame de necropsia constatou que o jovem foi atingido com dois tiros.

    Anuncio
    Comentários