Fonte: OpenWeather

    Polícia


    Polícia Federal impede senador Omar Aziz de sair do país

    A medida cautelar foi decretada porque o senador possui foro privilegiado no Supremo Tribunal Federal

     A Operação “Vertex” foi desmembrada pelo STF por conta de indícios detectados de recebimento de vantagens indevidas pelo então governador Omar Aziz
    A Operação “Vertex” foi desmembrada pelo STF por conta de indícios detectados de recebimento de vantagens indevidas pelo então governador Omar Aziz | Foto: Divulgação

    Manaus - A Polícia Federal (PF) no Amazonas decidiu que o senador Omar Aziz (PSD) não pode deixar o país e nem se comunicar com os investigados da Operação “Vertex”. A informação foi confirmada nesta sexta-feira (19), pelo delegado federal Alexandre Texeira, durante coletiva de imprensa no Departamento de Polícia Federal Superintendência no Estado do Amazonas, situado na avenida Domingos Jorge Velho, bairro Dom Pedro, Zona Centro-Oeste de Manaus.

    Apesar de ser um dos principais alvos da Operação, que investiga corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa, conforme o delegado, a medida cautelar foi decretada porque o senador possui foro privilegiado no Supremo Tribunal Federal. A “Vertex” foi desmembrada pelo STF por conta de indícios detectados de recebimento de vantagens indevidas pelo então governador Omar Aziz, de recursos públicos oriundo de contratos do Instituo Novos Caminhos.

    Por conta da operação, estão em andamento nove mandados de prisão temporária, 15 mandados de busca e apreensão, 18 mandados de bloqueios de contas de pessoas físicas e jurídicas e R$ 92 milhões também foram bloqueados. Além disso. Sete mandados de sequestro de bens móveis e imóveis também foram expedidos pela justiça.

    Prisões 

    Nesta sexta-feira (19), a esposa de Omar Aziz e ex-primeira dama, Nejmi Aziz, e três irmãos do senador, Amin, Murad e Mansour Aziz, foram presos durante a operação. Nejmi será transferida para o Centro de Detenção Provisória Feminino (CDPF), localizado no quilômetro 8 da BR-174 (Manaus - Boa Vista) e os irmãos do senador serão encaminhados para o Centro de Detenção Provisória Masculino II (CDPM 2), também situado na BR-174.

    Nejmi é vice-presidente estadual do Partido Social Democrático (PSD-AM) e nas eleições de 2018 concorreu como deputada estadual, mas não se elegeu. Na manhã desta sexta-feira, a conta no Instagram da ex-primeira dama foi desativada. 

    Edição Isac Sharlon

    Leia mais:

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    Nejmi Aziz é presa durante operação da PF no Amazonas

    Feira de pets celebra o Dia do Amigo em Manaus





    Comentários