Fonte: OpenWeather

    Operação Gratidão


    Amazonas oferta mais 24 leitos para pacientes de outros Estados

    A “Operação Gratidão" é uma retribuição a ajuda que o Amazonas recebeu de outros estados na fase mais aguda da pandemia,

     

    A “Operação Gratidão" é uma retribuição a ajuda que o Amazonas recebeu de outros estados na fase mais aguda da pandemia
    A “Operação Gratidão" é uma retribuição a ajuda que o Amazonas recebeu de outros estados na fase mais aguda da pandemia | Foto: Rodrigo Santos/SES-AM - Djalma Júnior/Secom - Diego Peres/Secom

    Manaus (AM) - Dando sequência à “Operação Gratidão”, o Governo do Amazonas disponibilizou mais 24 leitos para pacientes Covid-19 no Hospital e Pronto-Socorro (HPS) Delphina Aziz para pacientes de outros estados. São 18 leitos clínicos e outros seis leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) para pacientes de Rondônia e do Acre, ao todo são 72 leitos.

    A “Operação Gratidão" é uma retribuição a ajuda que o Amazonas recebeu de outros estados na fase mais aguda da pandemia, nos meses de janeiro e fevereiro. A iniciativa já transferiu para tratamento no Amazonas 27 pacientes, além de enviar também insumos aos estados que necessitam.

     

    A “Operação Gratidão” também tem contribuído com as equipes médicas dos hospitais de origem dos pacientes.
    A “Operação Gratidão” também tem contribuído com as equipes médicas dos hospitais de origem dos pacientes. | Foto: Rodrigo Santos/SES-AM - Djalma Júnior/Secom - Diego Peres/Secom

     

    De acordo com a Susam, foram enviados 200 cilindros de oxigênio para o Paraná, 70 concentradores de oxigênio para o Rio Grande do Norte e outros 50 concentradores para Rondônia. Rondônia também já recebeu 18 mil unidades de medicamentos para tratamento da Covid-19, dentre os quais neurobloqueadores e sedativos. 

    Recursos humanos

     

    Rondônia também já recebeu 18 mil unidades de medicamentos para tratamento da Covid-19
    Rondônia também já recebeu 18 mil unidades de medicamentos para tratamento da Covid-19 | Foto: Rodrigo Santos/SES-AM - Djalma Júnior/Secom - Diego Peres/Secom

    A “Operação Gratidão” também tem contribuído com as equipes médicas dos hospitais de origem dos pacientes. Por meio da operação, uma equipe formada por três enfermeiras, um médico e um fisioterapeuta estiveram em Rondônia, na semana passada, para embarcar os pacientes para Manaus. 

    Os profissionais seguiram com a missão de orientar as equipes médicas de Rondônia nos protocolos para locomoção dos pacientes, desde a saída da unidade de origem, até o embarque na aeronave e o acompanhamento no voo para Manaus.

    Leia mais:

    AM reduz chamados por leitos de UTI-Covid em Manaus, diz FVS-AM

    Prefeitura de Manaus registra trabalhadores que não se vacinaram

    Por desinformação, estudo Covac Manaus tem pouca adesão de servidores

    Comentários